Um dos principais objetivos do Relatório de Sustentabilidade é acompanhar e promover melhorias na gestão de sustentabilidade das organizações. Para alcançá-lo, é imprescindível identificar questões pertinentes e estratégicas que contribuam para minimizar os impactos negativos causados pelas atividades da organização. Assim, os temas que integram o relatório são definidos aplicando-se o princípio de inclusão dos interesses e expectativas das partes interessadas e o princípio da materialidade.

A AMAGGI procede à revisão de sua materialidade a cada dois ou três anos, ou ainda quando há mudanças significativas para os negócios. O processo normalmente ocorre em quatro principais etapas, que vão da identificação dos temas e stakeholders à priorização, análise e validação dos temas materiais.

Todo o processo é desenvolvido considerando-se as opiniões das partes interessadas para definir se um determinado tema é material ou não. Os processos de engajamento dos stakeholders servem como ferramenta para compreender suas expectativas e interesses, bem como suas necessidades de informação.

A última revisão de materialidade da AMAGGI foi realizada em 2016, contando com a participação de aproximadamente 550 stakeholders. Os públicos engajados no processo de relato incluíram representantes de instituições financeiras, especialistas, parceiros institucionais, governo, imprensa, colaboradores, alta direção, comunidades locais, produtores rurais, sindicatos e associações, consumidores e clientes. Nesse processo, foram definidos dez temas materiais para a AMAGGI, que são apresentados a seguir.

Todo o conteúdo deste relatório foi validado pelos gestores das áreas pertinentes e revisado pela alta gestão, incluindo as respostas aos indicadores da GRI Standards – norma da Global Reporting Initiative (GRI) que embasa este relato – e as formas de gestão dos temas materiais.

Matriz de materialidade

Passe o cursor sobre os ícones para visualizar o descritivo.

Gestão da cadeia de fornecedores

Combate ao desmatamento e proteção da biodiversidade Desenvolvimento das regiões onde atua Promoção da agricultura sustentável na cadeia de grãos Mudanças climáticas (mitigação e adaptação) Práticas justas de trabalho, segurança e saúde ocupacional e bem-estar Governança corporativa Viabilidade econômica e valor compartilhado Desenvolvimento do capital humano Logística para escoamento de grãos

Temas materiais

No quadro a seguir, podemos observar a descrição detalhada de cada tema; a indicação de onde ocorrem os impactos relacionados a cada um deles; bem como a correlação entre cada tema e a GRI Standards, o Pacto Global, os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e os blocos estratégicos que estruturam o Posicionamento Global de Sustentabilidade da AMAGGI.



Promoção da agricultura sustentável na cadeia de grãos

Descrição
Apoio a produtores para melhoria socioambiental; estabilidade econômica da atividade no campo; diversificação de culturas; desenvolvimento de projetos; e produção responsável

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Produtores rurais | Comunidades locais | Consumidores e clientes | Instituições financeiras | Parceiros institucionais

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI FP1

Correlação com o Pacto Global
N/A

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 2: Fome Zero e Agricultura Sustentável

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Promovendo uma cadeia de valor sustentável | Debatendo o presente e o futuro



Viabilidade econômica e valor compartilhado

Descrição
Desempenho econômico e financeiro dos negócios; acesso a crédito e financiamento privado e público; produtividade; crescimento; competitividade; novos negócios; geração de valor compartilhado; e engajamento com stakeholders

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Comunidades locais | Parceiros institucionais | Sindicatos e associações | Governo

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 201-1

Correlação com o Pacto Global
N/A

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 16: Paz, Justiça e Instituições Eficazes

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Melhorando a governança e gestão



Práticas justas de trabalho, segurança e saúde ocupacional e bem-estar

Descrição
Princípios e direitos fundamentais do trabalho; relações de trabalho; trabalhadores migrantes; saúde e segurança ocupacional; segurança no transporte; e promoção do bem-estar do colaborador

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Parceiros institucionais

Correlação GRI Standards
GRI 103-1, GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 403-2

Correlação com o Pacto Global
1,2,3, 4,5 e 6

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 8: Trabalho Decente e Crescimento Econômico

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Melhorando a governança e gestão



Logística para escoamento de grãos

Descrição
Administração portuária; intermodalidade (transporte rodoviário, ferroviário e fluvial); gestão de sinistros, escoamento da produção; e eficiência do transporte

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Comunidades locais | Instituições financeiras | Governo | Parceiros institucionais | Sindicatos e associações

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 306-3

Correlação com o Pacto Global
N/A

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 11: Redução das Desigualdades

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Promovendo uma cadeia de valor sustentável



Desenvolvimento do capital humano

Descrição
Gestão do conhecimento e de talentos; treinamento, cursos, especialização da mão de obra; valorização da diversidade

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 202-1, GRI 404-1

Correlação com o Pacto Global
1, 2, 4, 5 e 6

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 4: Educação de Qualidade

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Melhorando a governança e gestão



Governança corporativa

Descrição
Boa governança; transparência; gestão de riscos; ética, conformidade legal e práticas anticorrupção

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção

Correlação GRI Standards
GRI 102-11, GRI 102-16, GRI 102-18, GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 205-2

Correlação com o Pacto Global
10

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 16: Paz, Justiça e Instituições Eficazes

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Melhorando a governança e gestão



Desenvolvimento das regiões onde atua

Descrição
Desenvolvimento local; investimento social privado; engajamento com a comunidade; geração de emprego, renda e movimentação da economia local; parcerias com a sociedade civil e governos locais; impacto socioeconômico; e incentivo à educação e cultura nas cidades onde opera

Onde ocorre (GRI 103-1)
Comunidades locais | Governo | Parceiros institucionais

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 203-1, GRI 203-2, GRI 413-1

Correlação com o Pacto Global
N/A

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 11: Redução das Desigualdades

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Crescendo com o local



Mudanças climáticas (mitigação e adaptação)

Descrição
Impacto das mudanças climáticas nas operações; emissão de poluentes e gases de efeito estufa; aumento da temperatura; alteração do regime de chuvas; secas prolongadas (produção agrícola, processamento e transporte terrestre e fluvial de grãos)

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Consumidores e clientes | Parceiros institucionais

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 201-2

Correlação com o Pacto Global
7

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 13: Ação contra a Mudança Global do Clima

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Debatendo o presente e o futuro



Combate ao desmatamento e proteção da biodiversidade

Descrição
Conversão de terras; direito e uso do solo; preservação de áreas protegidas e da biodiversidade

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Produtores rurais | Comunidades locais

Correlação GRI Standards
GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 304-2

Correlação com o Pacto Global
7 e 8

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 15: Vida Terrestre

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Debatendo o presente e o futuro



Gestão da cadeia de fornecedores

Descrição
Gestão da cadeia de fornecedores de produtos e serviços, incluindo desenvolvimento de fornecedores locais, práticas de compras, critérios para avaliação socioambiental de fornecimento de grãos, insumos, suprimentos e transportes

Onde ocorre (GRI 103-1)
Colaboradores e alta direção | Produtores rurais | Comunidades locais | Fornecedores

Correlação GRI Standards
GRI 102-9, GRI 103-2, GRI 103-3, GRI 308-2, GRI 414-2

Correlação com o Pacto Global
1, 2, 4 e 5

Correlação com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS)
ODS 12: Consumo e Produção Sustentáveis

Correlação com os blocos estratégicos do Posicionamento AMAGGI
Promovendo uma cadeia de valor sustentável

O engajamento dos stakeholders é uma das formas mais eficazes de fortalecer uma organização, identificar oportunidades e contribuir para alcançar seus objetivos. Ciente disso, a AMAGGI inclui o engajamento de stakeholders entre os temas do Plano de Sustentabilidade 2025, no bloco estratégico “Melhorando a governança e gestão”.

A AMAGGI considera a construção do Relatório de Sustentabilidade uma oportunidade de engajamento. Assim, para a elaboração deste relato, realizou novas consultas diretas à alta direção da companhia, buscando identificar, em cada área de negócio, os principais desafios e resultados obtidos em 2017 e as prioridades para 2018, no que concerne à gestão da sustentabilidade. Além disso, realizou uma pesquisa on-line com todos os gestores para avaliar o Relatório de Sustentabilidade 2016, no intuito de averiguar sua percepção sobre o documento e possíveis melhorias para o presente relato.

Para além do Relatório de Sustentabilidade, a empresa utiliza diversos meios dedicados a engajar os stakeholders prioritários em suas atividades e operações, por meio do planejamento de ações contínuas.

Em 2017, a AMAGGI reestruturou seu Plano de Engajamento de Stakeholders, com ações que serão implementadas em 2018 e 2019. Essa reestruturação baseou-se na materialidade vigente, no Mapa de Impactos Socioambientais e no Plano 2025 (saiba mais no capítulo “Posicionamento Global de Sustentabilidade e Plano 2025”). A última atualização do plano de engajamento havia sido feita em 2015, mas cabe ressaltar que ele passa regularmente por revisão anual, o que permite identificar novos aspectos relacionados a possíveis mudanças e evolução de cenários para os relatórios seguintes.

Dentre as ações contempladas para o período de 2018/2019, consta a implementação do Programa de Comunicação e Transparência com a comunidade local e todos os stakeholders locais relevantes. O programa contribuirá para que a AMAGGI estreite suas relações com as partes interessadas locais, abordando com transparência suas preocupações, expectativas, questões relacionadas aos impactos das atividades da empresa, iniciativas de prevenção e mitigação e outros temas pertinentes.

Outra ação, proposta no Plano 2018/2019, mas já iniciada em 2017, é uma pesquisa de engajamento voltada especificamente para produtores rurais, com o objetivo de a companhia entender qual a melhor forma de engajar esse público nos temas de sustentabilidade. A pesquisa será concluída no início de 2018.

Além da atualização do Plano de Engajamento, em 2017 foram implementadas várias ações desenhadas no ciclo anterior, que se integraram de forma mais orgânica aos processos estabelecidos na empresa.

Mapa de Impactos Socioambientais

Em 2016, a AMAGGI iniciou um processo para identificar impactos, riscos e oportunidades relacionados a seus negócios, em curto, médio e longo prazos, com o objetivo central de fazer uma melhor gestão de seus impactos socioambientais. Uma vez identificados esses impactos, por meio de consultas aos stakeholders, especialistas e visitas a campo, eles foram correlacionados aos temas materiais da companhia e aos indicadores dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

Esse trabalho revelou que entre os itens levantados predominam impactos positivos e oportunidades, com influência positiva nos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável de “Empregos dignos e crescimento econômico”, “Consumo e produção sustentáveis” e “Cidades e comunidades sustentáveis”.

Também foi apurado que os impactos positivos e negativos causados pela atuação da AMAGGI estão relacionados predominantemente aos temas materiais “Desenvolvimento das regiões onde atua” e “Promoção da agricultura sustentável na cadeia de grãos”.

Após todo esse mapeamento, em 2017 a AMAGGI iniciou o trabalho de internalização dos impactos negativos e riscos socioambientais em sua Gestão Socioambiental, com o objetivo de estabelecer planos de ação e criação de controles para minimizá-los ou mitigá-los. Já podem ser observadas, por área de negócio da companhia, iniciativas que estão atuando para cumprir esse objetivo, como o Plano de Ação, apresentado ainda em 2017, para implementação do Programa Logística Responsável, o qual, dentre outros objetivos, visa prevenir e reduzir sinistros nas rodovias e a aumentar o bem-estar dos prestadores de serviços de transporte.

Ao longo dos próximos capítulos, sobre os temas materiais, serão apresentados os impactos positivos e as oportunidades geradas a partir dos negócios da AMAGGI.