Práticas justas

de trabalho, segurança e saúde ocupacional e bem-estar

Saúde e segurança ocupacional

Assegurar a preservação da saúde e da integridade física de todos os envolvidos em suas operações é o principal pilar da Política de Saúde e Segurança Ocupacional da AMAGGI. Sempre com uma visão prevencionista, a companhia concentra esforços a fim de proporcionar meios para o desenvolvimento permanente de um ambiente de trabalho seguro e saudável, pois acredita na importância de um constante aperfeiçoamento das ações voltadas ao comportamento seguro para elevar a maturidade em saúde e segurança ocupacional.

Assim, a AMAGGI trabalha de modo a desenvolver e consolidar os seguintes fundamentos básicos:

  • Disciplina operacional: realização das atividades conforme procedimentos e práticas específicas, fazendo certo todas as vezes;
  • Conceito de dono: cada pessoa deve agir como responsável pelo que acontece em sua área de atuação quanto à segurança e saúde de colaboradores, terceirizados ou visitantes;
  • Liderança pelo exemplo: o líder adota procedimentos e práticas seguras para incentivar suas equipes a fazerem o mesmo;
  • Responsabilidade de linha: a responsabilidade pela segurança e saúde é primeiramente atribuída ao líder de cada área, assim como ocorre com a produção e a qualidade, utilizando a área de Saúde e Segurança Ocupacional como suporte técnico.

Esses fundamentos estão presentes nas práticas adotadas por toda a companhia, sempre se partindo do princípio de que a segurança deve fazer parte dos processos todos os dias, e não ser tratada como um processo à parte.

A AMAGGI também adota o princípio da antecipação, buscando implementar as novas diretrizes mesmo antes de sua obrigatoriedade, adotando a postura de que diretriz legal não é um obstáculo, mas um aliado na implementação de novas tecnologias e conhecimentos para melhoria dos resultados, salvaguardando a integridade dos colaboradores. A companhia não restringe esses cuidados a seus colaboradores próprios, estendendo-o também às empresas de serviços parceiras.

Além de seus programas de saúde e segurança, em 2017, a AMAGGI realizou diversas campanhas de saúde, abordando temas como direção defensiva, vacinação, hipertensão, obesidade, diabetes, doenças sexualmente transmissíveis e aids, dengue, câncer de mama e de pele, saúde masculina, drogas e tabagismo, entre outros. As campanhas foram realizadas em todas as unidades, fornecendo orientações e informações por meio de palestras educativas, cartazes e distribuição de materiais, como folders.

Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (SGSSO)

Com o objetivo de preservar a saúde dos colaboradores, bem como prevenir e reduzir acidentes de trabalho, a AMAGGI investe em ferramentas e tecnologias nessa área, com destaque para o Sistema de Gestão de Saúde e Segurança Ocupacional (SGSSO), que tem como objetivo sistematizar as ações de saúde e segurança ocupacional, visando à padronização das atividades e à melhoria contínua do processo. Atualmente, o SGSSO da AMAGGI é composto por 36 ferramentas, que servem de alicerce para a evolução da maturidade cultural em Saúde e Segurança Ocupacional da companhia.

Programa de Segurança Comportamental

Desde 2013, a AMAGGI conta com um Programa de Segurança Comportamental que integra o plano de ações de sua área de Saúde e Segurança Ocupacional. Inicialmente implantado de forma piloto em três fazendas da AMAGGI Agro – Água Quente e Tucunaré, em Sapezal, e Itamarati, em Campo Novo do Parecis, ele foi expandido em 2015 para as fazendas Tanguro, em Querência, e Vale do Araguaia, em São Félix do Araguaia, e em 2017 para as unidades de Porto velho e demais unidades localizadas na regional Sul (Armazém de Itiquira, Fazenda SM1 e SM2). Desde sua implantação, o programa tem contribuído para reduzir significativamente a taxa de frequência de acidentes de trabalho, que representa o número de acidentes por milhão de horas-homem de exposição ao risco, em determinado período. Em 2016 a redução foi de 35,82%, em 2017, de 15,57%. No entanto, mais que reduzir essa taxa, seu desafio é desenvolver a cultura prevencionista, por meio da conscientização e consequente mudança de comportamento dos colaboradores, com o envolvimento de todos os gestores das unidades. A AMAGGI está trabalhando para estender o Programa de Segurança Comportamental a todas as suas unidades nos próximos anos, tendo já definida a implementação nas unidades de Itacoatiara.
Taxa de frequência total
0%
Janeiro a dezembro / 2015

10,61

  • -35,82%
0%
Janeiro a dezembro / 2016

6,81

  • -15,57%
0%
Janeiro a dezembro / 2017

5,75

Saúde e segurança em números

Em 2017, a AMAGGI conseguiu reduzir consideravelmente suas taxas de acidentes e doenças, em comparação com o ano anterior. A taxa de gravidade, por exemplo, teve uma redução de 23%.

Taxa de gravidade
0%
2015

717,50

  • -71%
0%
2016

207,09

  • -23%
0%
2017

159,16

SAÚDE E SEGURANÇA DE COLABORADORES PRÓPRIOS*
 201520162017
Taxa de lesões**7,816,926,44
Taxa de doenças ocupacionais0,160,150,07
Taxa de gravidade***717,50207,09159,16
Taxa de absenteísmo0,190,170,12
Total de óbitos100

* A AMAGGI segue a NRB 14.280 – Cadastro de Acidente do Trabalho, a Occupational Safety & Health Administration (OSHAS), além da legislação previdenciária e trabalhista. Este ano não foi possível responder aos indicadores por gênero, porém foi iniciada a implantação do sistema SAP, que contribuirá para a melhoria das respostas aos indicadores nos próximos anos.

**As principais lesões foram queimadura de primeiro e segundo grau, escoriação, traumatismos, contusão, ferimentos, lesão conjuntival, fratura, distensão, torção, ruptura do tendão e luxação.

*** Em conformidade com a NBR 14.280, não foram computados os acidentes de trajeto e de colaboradores terceirizados para o cálculo das taxas e dias perdidos.

SAÚDE E SEGURANÇA DE COLABORADORES PRÓPRIOS, POR REGIÃO
 201520162017
 Centro-OesteNorteSulCentro-OesteNorteSulCentro-OesteNorteSul
Taxa de lesões8,276,4806,358,9005,4410,260
Taxa de doenças ocupacionais0,110,3400,100,3300,000,330
Taxa de gravidade812,99427,930197,32242,64085,59429,410
Taxa de absenteísmo0,140,3600,160,2100,050,360
Total de óbitos100000000

Apoio à Gente

Atendimento e orientação aos colaboradores

Além da saúde e segurança, a AMAGGI também cuida do bem-estar de seus colaboradores. Para que possam contribuir na realização da missão da empresa, estes precisam estar bem nos vários aspectos de sua vida. Com essa visão, desde 2015 a AMAGGI oferece apoio pessoal para seus colaboradores e familiares.

O trabalho de apoio pessoal busca estimular o protagonismo de cada um, por meio de orientações individuais e ações que permitam a reflexão e a mudança de comportamento rumo a uma vida cada vez melhor. Em 2017, o grande avanço desse trabalho foi sua implementação nas unidades da região do Alto Araguaia, em Mato Grosso, do Amazonas e de Rondônia. Assim, foram realizados atendimentos a 1.339 colaboradores e familiares para orientações que vão desde o planejamento financeiro até a preparação para a aposentadoria.

 

ATENDIMENTOS REALIZADOS EM 2017
Atendido Quantidade
Colaborador 1.269
Familiar 64
Outros 6
Tipo de atendimento Quantidade
Previdenciário 323
Aposentadoria 45
Financeiro 151
Assistencial 295
Saúde 525
Viver Melhor Filhos
Com o projeto Viver Melhor Filhos, a AMAGGI busca valorizar a educação no processo de formação dos filhos dos colaboradores, contribuindo para os profissionais do futuro. Investindo na educação, a empresa ajuda a desenvolver a consciência crítica e a capacidade de fazer escolhas mais saudáveis e sustentáveis. Em 2017 o projeto teve sua segunda edição, proporcionando a reflexão dos pais sobre o legado familiar, que favorece o fortalecimento do vínculo familiar, o diálogo em família e o apoio ao desenvolvimento das crianças. O projeto atingiu um público de 1.482 colaboradores (em 2016, foram 593). Todos os colaboradores convidados a participarem do projeto tiveram seus filhos contemplados com o Kit do Conhecimento – material escolar personalizado, ao qual foi trabalhado o tema cidadania. No ano de 2017 foram entregues 520 kits infantis e 1.747 juvenis.

Administração de pessoal

Implantação do sistema SAP – Projeto Integra RH

Para proporcionar uma implantação eficiente do sistema SAP, em 2016 a companhia realizou testes de integração e treinamentos corporativos na Matriz e nas áreas de Recursos Humanos de suas unidades. Em fevereiro de 2017, aprofundando esse processo, criou o Grupo Técnico de Trabalho, com a participação in loco de colaboradores da área de Recursos Humanos das principais unidades. Em maio de 2017, foi efetuada a implantação oficial da ferramenta, com a elaboração da primeira folha de pagamento oficial pelo sistema.

A implantação da folha de pagamento SAP e do ponto eletrônico, com integração ao sistema de gestão empresarial SAP ERP, trouxe para a AMAGGI uma gestão eficiente e segura das rotinas financeiras, contábeis e fiscais, bem como das informações de folha de pagamento.

eSocial

Desde 2013 a AMAGGI participa do grupo de trabalho das empresas piloto para elaboração do eSocial – sistema informatizado da administração pública que pretende simplificar e unificar a entrega das obrigações trabalhistas, previdenciárias e fiscais em todo o país, elevando a eficiência e baixando o custo desse processo –, integrando os fóruns realizados em Brasília junto com entes governamentais como a Receita Federal, a Caixa Econômica, a Previdência Social e o Ministério do Trabalho e Emprego.

Em 2017, a AMAGGI iniciou a implantação do eSocial logo após a da folha de pagamento pelo sistema SAP, com cronograma já estabelecido para todo o ano de 2018. A utilização do eSocial traz benefícios para a companhia, facilitando o cumprimento das rotinas trabalhistas mensais e anuais. Como desafios, a empresa prevê a necessidade de um maior planejamento das rotinas trabalhistas, além de um importante engajamento das lideranças.

Para 2018, por exigência legal, a AMAGGI iniciará o processo de implantação do eSocial na área de Saúde e Segurança Ocupacional (SSO). A implementação oficial está prevista para janeiro de 2019.

Reforma Trabalhista

Em 2017, o Brasil passou por importantes debates a respeito da legislação trabalhista do país, bem como por mudanças nessa área, chamadas de Reforma Trabalhista. A AMAGGI, por meio do RH e da área Jurídica, acompanhou e estudou essas alterações, atentando para os impactos em suas operações. A companhia também iniciou conversas com os sindicatos que representam sua força de trabalho para tratar das mudanças nos próximos Acordos Coletivos.